Horta-Móvel

A maior dificuldade de quem quer ter uma horta é a falta de espaço, principalmente na cidade. Pensando nisso, nasceu o conceito de “Horta Móvel”, uma horta-jardim sobre rodas!

A mobilidade, o tamanho e o formato dos carrinhos de compras fazem deles uma possível solução para cultivar em meio urbano. Cultiva-se de tudo, desde flores a aromáticas, batatas, alfaces, rabanetes etc.

A ideia pode ser alargada às bicicletas, carrinhos para bebés, carrinhos de compras… o limite é mesmo a imaginação!

1511021_744747765557410_1906388834848102998_n

O conceito pode parecer louco mas tem vantagens…  Podes deslocar a horta-jardim para o sol quando necessário ou levá-la para uma área coberta, o que não é possível com uma horta tradicional. Podes fazer tudo aquilo que é bom para a planta, para que ela cresça melhor, e evitar aquilo que vem a ser prejudicial. 

Uma parte importante do projeto será observar a forma como o ambiente urbano reage a estas hortas urbanas. Um projeto semelhante em Berlim tem demonstrado que para que uma horta-jardim móvel seja bem sucedida é preciso: boa sinalização e comunicação, cuidado constante, rega, remoção de lixo, plantações atraentes e uma colheita oportuna.

O projeto convida a ser reproduzido por outros, e a adotar práticas de agricultura urbana espontânea em toda as cidades.  Vives em Leiria e queres fazer parte deste projeto?  Vives numa cidade e queres ajuda para cultivar a tua horta-móvel? Contacta-me enviando uma mensagem privada pela página Facebook Horta-Móvel

Anúncios

Carros velhos transformados em horta

cars141“Auto-nomie” é um grupo de eco-ativistas urbanos que transformou um dos símbolos fortes do consumo de energia e de poluição ambiental em horta: o carro. 

Um carro pronto para a sucata foi transformado em horta. O “carro-horta” é decorado com plantas e vegetais, e pode servir de exemplo e inspiração.

“Parte do “carro-horta” está vazio e pronto para ser plantado e trabalhado por pessoas que visitam o local onde o carro vai ser “estacionado”  Assim, as pessoas são convidadas a ” lançar as sementes para uma cidade verde e cuidadora “,  e,  assim, tornar-se mais “auto” suficiente nas suas necessidades alimentares. ”

O projeto convida a ser reproduzido por outros, e a adotar práticas de agricultura urbana espontânea em toda as cidades.

Segue um vídeo do projeto…

Horta-Jardim do Bairro – Foto reportagem da reabilitação do espaço – Parte 2

Inserido no centro da cidade de Leiria, o Espaço Bairro dispõe de um pequeno terreno que transformei em horta-jardim urbana. Para implementar este espaço usei ferramentas como a Permacultura, a reciclagem e a reutilização de materiais.

Fevereiro 2014

Alcachofras  e Milefólio                                              Trevo

alcachofras trevo

Santolina                                                                     Arruda e Capuchinhas

Santolina Arruda e capuchinhas

Calaminta e Hortelã                                                      Alfazema

Calaminta Alfazema

Tomilho                                                                      Borragem  e Endro

Tomilho borragem

Oregão                                                                        Os canteiros…

Oregão  1902020_10151977965188316_69725539_n

1888698_10151977964808316_232757692_n  1959833_10151977965043316_75347413_n

O lago da espiral de ervas 1897879_10151977964133316_1492080325_n

Horta-Jardim do Bairro – Foto reportagem da reabilitação do espaço / Parte 1

Horta-Jardim do Bairro – Foto reportagem da reabilitação do espaço / Parte 1

Inserido no centro da cidade de Leiria, o Espaço Bairro dispõe de um pequeno terreno que transformei em horta-jardim urbana. Para implementar este espaço usei ferramentas como a Permacultura, a reciclagem e a reutilização de materiais.

Dia 0…

dia 0 dia 0

Depois da limpeza do terreno… começam a surgir os primeiros canteiros. Os materiais usados para a construção dos mesmos já estavam no terreno. 

Canteiro buraco de fechadura invertido                                     Canteiro buraco de fechadura

canteiro buraco de fechadura 

Canteiro buraco de fechadura invertido                                     Canteiro buraco de fechadura

 canteiro buraco de fechadura

Canteiro buraco de fechadura invertido                                     Canteiro buraco de fechadura

531860_212610565576964_812066212_n                    1422544_10151809599468316_1351587132_n

Espiral de ervas                                                                        Espiral de ervas

espiral de ervas espiral de ervas

Continua….

Aeroporto desativado de Berlim transformado em horta urbana

Photographer

O Flughafen Berlin-Tempelhof, um dos antigos aeroportos de Berlin, desativado em 2008, foi transformado em horta urbana. A área é hoje ocupada pelos moradores locais que constuiram uma infinidade de hortas criativas, que vão além de produzir comida: tornaram-se extensões das casas. Cada espaço é diferente, com ideias únicas. As estruturas são construídas a partir de uma variedade de materiais reciclados , como paletes e carrinhos de compras convertidos em bancos, canteiros ou compostores.

Os jardins são organizados coletivamente , e através desta estrutura de responsabilidade partilhada o espaço transformou-se numa plataforma para o debate e as ações criativas.

horta urbanaVer galeria de fotos

O jardineiro de buracos

londresFoi nos buracos das ruas e calçadas de Londres que Steve Wheen encontrou inspiração para criar o projeto The Pothole Gardener (O jardineiro de buracos). O artista preenche estes pequenos espaços com microjardins e objetos em miniatura.

Com muita sensibilidade, através da arte do paisagismo, ele consegue alertar para os perigos da péssima qualidade do asfalto, enfeitar as ruas e ainda tirar sorrisos aos adultos e crianças.

“Os meus jardins são uma maneira de transformar algo muito mau, como um buraco, em algo um pouco mais feliz que leva as pessoas a sorrir mas também a questionar o ambiente em que vivem e como podem mudá-lo”.

Segundo Wheen, espanta-o sempre a reação das pessoas ao olharem para o seu jardim. Por isso, criou um curta-metragem chamado “Buracos de Felicidade” que  captura o primeiro impacto das pessoas diante dos jardins.

 

Uma cidade comestível com hortas para todos

Há uma cidade inglesa onde as hortas crescem por toda a parte. Em Todmorden, uma autêntica “cidade comestível” situada a poucos quilómetros de Manchester, são mais de 40 os canteiros espalhados pela cidade: há plantações de vegetais como batatas ou milho a cada esquina, árvores de fruta à porta do centro de saúde e até no cemitério nascem legumes que podem ser colhidos e consumidos por qualquer um, num projeto que pretende estimular o espírito comunitário através de um elemento indispensável a todos: a comida.

O projeto  começou há cerca de 4 anos. “Não surgiu porque estávamos aborrecidos, mas porque quisemos dar início a uma revolução”, conta Pam Warhurst, uma das suas fundadoras, durante uma conferência TED.  “Não houve pedidos de autorização, não se redigiram relatórios, ninguém ficou à espera de financiamento externo”. “Limitámo-nos a fazê-lo”, acrescenta a responsável, recordando que a ideia foi apresentada à comunidade numa reunião pública e a reação foi “explosiva” pela positiva.

Na primeira reunião eram apenas seis pessoas. Hoje, o conceito já é aceito por grande parte dos moradores de Todmorden e inclusive é trabalhado na escola local. Claro que transformar os espaços públicos de uma cidade em hortas comunitárias não é tarefa fácil. Mas com empenho e mobilização de vizinhos é perfeitamente possível começar a cultivar no seu bairro!

Clique AQUI para aceder à página oficial do projeto “Incredible Edible”.